Minhas Páginas

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Soneto da Separação...

De repente da calma fez-se o vento. Que dos olhos desfez a última chama. E da paixão fez-se o pressentimento. e do momento imóvel fez-se o drama.

3 comentários:

  1. Bom dia
    Muito bonito!!

    Dia feliz, beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Ani!

    Você escolheu uma bela e reflexiva frase de Vinicius.

    De fato...

    Que DEUS abençoe cada vez mais sua vida e sua família!

    Abraços espremidos da sua Cia. De Teatro Atemporal!

    Estaremos sempre, SEMPRE juntos!

    Clemente.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do poema, e vim também desejar um resto de boa semana e muita paz e saúde.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar um momento seu aqui comigo...